Quarto Episódio

O som ainda não está legal… Acho que iremos mudar de programa. O mais longo dos nossos podcasts. O vinho era barato… Podcast improvisado porque o convidado principal faltou. Tema principal: a revista Veja e o open source.

Versão em aac.

Versão em mp3.

7 thoughts on “Quarto Episódio”

  1. Tô achando que vcs mudaram muito… tão bebendo mais, né? :o)
    Mas o nível do podcast continua alto, parabéns! E andei pensando… Francis sempre gostou de rádio, tenho certeza de que ele se realiza fazendo esses podcasts. Vida longa às Abobrinhas!
    Abraços!

  2. Bom, sou ouvinte assiduo 😉 Obrigado pela singela lembranca, mas gostaria de perguntar porque nao fui convidado quando estive ai? Hehehe. Acho que a descontracao vez bem ao podcast, voces so nao podem deixar a qualidade tecnica cair (nao que esteja caindo). Oliver esta impagavel! 😀 Abracos a todos.

  3. Eu acho que eu sou o único usuário com motivos e/ou coragem para defender o Windows. Windows é bom sim. Não trava comigo! E olha que eu trabalho com edição de imagens e criação de DVDs.

    Também não uso anti-vírus nem nenhum programa do tipo. Apenas mantenho o Windows atualizado e o firewall nativo ativo. Só.

    Se repartição pública não funciona, imaginem quando mudarem para Linux 😉

    Ainda guardo um TK90 que o meu irmão usava quando eu era pequeno. Ainda lembro dele passando horas programando. Vixe.

    E a duração do programa tá curta. Por mim quanto mais tempo ouvindo abobrinhas melhor.

    Valeu. Estou esperando pelo quinto episódio.

  4. Caro Joel,

    Obrigado pela força!

    Quanto ao Windows, eu tenho a impressão de que o seu funciona porque: a) você é o único a usá-lo, b) você sabe usá-lo. Isso nem sempre existe em todos os ambientes.

    Em uma repartição pública, onde sempre tem alguém que clica nos anúncios de emoticons, de instalação de algum anti-spyware que é spyware travestido, etc., o Windows fica infectado em 5 minutos. Aliás, um jornalista fez um teste uma vez: tinha acabado de instalar o Windows, ligou na banda larga, e mandou o internet explorer. Em 2, 3 horas, já estava cheio de spyware.

    O Linux instalado aqui já faz uns 2 meses não deu um só problema até agora, e serviu pra todo mundo. Já os Windows…

    Agora, tenho que concordar: ainda falta muito para o Linux ser tão amigável quanto o windows…

    Um abração, e continue com a gente!

  5. Zabrao, Joao Marcos e Joel,

    Quero, como fez Francis, agradecer a voces por: ouvir, criticar e sugerir.

    Abraço!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *